Git – Principais Comandos

Olá Mundo!
Neste artigo listaremos as principais funcionalidades e comandos da ferramenta Git.

INICIANDO COM GIT

$ git -> informações de uso do git
$ git init -> inicia o diretório como repositório do git
$ git status -> informações do diretório git (working tree)
$ git log -> mostra registros de todos os commits
$ git log --oneline --decorate --graph --all -> mostra histórico completo de commits e suas ramificações
$ git show [object]-> mostra informações de um objeto, seja ele um commit, tag, etc.

MARCAÇÕES NO DIRETÓRIO

$ git tag -> mostra as tags do diretório
$ git tag v1.0 -> cria uma marcação completa para uma versão específica do projeto
$ git tag [–a] v1.0 [9fceb02] -> marca um commit (9fceb02) com a versão da tag v1.0

FLUXO BÁSICO GIT

$ git add [arquivo] -> adiciona um arquivo específico ao Staging Area (Index)
$ git add . -> adiciona todos os arquivos do diretório ao Staging Area (Index)
$ git commit -> persiste o arquivo, mas abre um editor para inserir uma mensagem
$ git commit –m “Initial Commit” -> persiste um arquivo no repositório git (.git directory)
$ git commit [–a] –m “Initial Commit without Index” -> com esta opção (-a) o git automaticamente adiciona os arquivos modificados ao Staging Area antes de realizar o commit
$ git diff v1.0 v1.1 -> mostra as diferenças entre as versões especificadas
$ git branch -> lista todas as ramificações de um repositório git
$ git branch dev -> cria uma ramificação ‘dev’ no repositório git
$ git checkout dev -> muda para o estado da ramificação ‘dev’
$ git checkout –b dev -> cria uma branch ‘dev’ e muda para ela ao mesmo tempo
$ git rebase master -> utiliza nova base da master
$ git merge dev -> mescla a base com as informações da branch ‘dev’
$ git stash -> cria um ambiente temporário para armazenar o trabalho não persistido
$ git stash apply [stash] -> retorna para a edição do ponto onde parou
$ git stash list -> lista todos os estados temporários criados
$ git stash drop [stash] -> remove da lista o último stash ou o stash especificado
$ git stash pop -> retorna a um stash e remove-o da lista

RESTAURANDO UM COMMIT

$ git commit --amend -> permite fazer uma alteração ao commit anterior
 $ git reset --soft [commit] -> altera o ponteiro do HEAD para o commit indicado
 $git reset [commit] -> altera o ponteiro do HEAD e os arquivos do Index (Staging Area)
 $ git reset --hard [commit] -> altera o ponteiro do HEAD, os arquivos do Index (Staging Area) e o Working Directory
 $ git checkout [commit ] -> altera o ponteiro do HEAD, os arquivos do Index (Staging Area) e o Working Directory, porém verifica se há alterações de arquivos
 $ git reset (commit) [file] -> restaura o arquivo específico ao estado do Index
 $ git checkout (commit) [file] -> restaura o arquivo específico ao working directory
 $ gti revert [hash] -> desfaz alterações de um único commit de acordo com o seu hash

COMANDOS AVANÇADOS

$ git bisec start -> inicia uma sessão à “procura de defeitos”
 $ git bisec bad [HEAD] -> marca o commit do HEAD (ultimo commit) como defeituoso
 $ git bisec good [hash] -> marca o commit do hash como válido
 $ git cherry-pic [hash] -> aplicada somente o commit específicado pelo hash na branch

TRABALHO REMOTO

$ git remote –v -> lista todos os repositórios remotos e suas respectivas URL’S
 $ git remote add [alias] [url] -> aponta o diretório local (alias) para um diretório remoto (url)
 $ git clone [url] -> copia toda a estrutura de um diretório remoto para um diretório local
 $ git fetch [repositório-remoto] -> copia apenas os dados do repositório remoto
 $ git push origin máster -> envia as alterações da master para o repositório origin
 $ git push –u origin dev -> envia informações sincronizadas entre os repositórios dev da local e da remota
 $ git pull -> busca todas as informações do repositório remoto e as mescla no local
 $ git branch –t dev origin/dev -> cria uma branch local ‘dev’ sincronizada com a branch remota ‘dev’

CONFIGURAÇÕES

$ git config --list -> lista todos os pares chave/valor de suas configurações
 $ git config --global user.name “Meu Nome” -> adiciona/altera o nome do usuário
 $ git config --global user.email “ meuemail@email.com” -> adiciona/altera o email
 $ git config --global core.editor emacs -> define o EMACS como editor padrão
 $ git config --global core.editor “’~/sublime_text.exe’ –multiInst -nosession” -> define o Sublime Text como editor de texto padrão

COMANDOS EM ATALHOS

$ git config --global alias.co checkout -> define o atalho co ao comando git checkout
 $ git config –global alias.st status -> define o atalho st ao comando git status
 $ git config –global alias.last ‘log -1 HEAD’ -> define o atalho last para mostrar o último commit

Espero que este tutorial ajude e facilite quem estiver iniciando com a ferramenta Git.
Maiores informações em Git Comands.
Inté Mundo!

0 Comentários

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.